domingo, 20 de fevereiro de 2011

Miss

Preferia errar do que perder...
Mas o fato é que, às vezes, não se pode escolher
Vendo agora tudo que passei no caminho
Acho que não seria a mesma se não fosse você
Outras vezes eu queria que você ainda estivesse aqui
Mas eu aceito, sei que teve que partir
E não foi sua escolha também
Mas o conformismo me faz quieta
Como sempre, me esforço para deixar os problemas de lado
Presentes mas guardados.
Lembrar cada história do passado
Acaba por emergir a saudade
Mas não se preocupe,
água evapora,
lágrimas secam,
o tempo passa.
Assim como eu, eu não me preocupo
Me conheço o bastante pra saber que sei seguir
Te conheço o bastante pra entender que você não morreu
Pois vive aqui dentro, salvo em cada lembrança.

FAJ (L)

1 comentários:

Samuel disse...

Lindo, e ao msm tempo triste ...

Postar um comentário